O grupo interinstitucional NEVE tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Conta com a colaboração de professores, pós-graduandos e graduandos de diversas universidades brasileiras, além de colaboradores estrangeiros. Filiado à ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões). Registrado no CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br

terça-feira, 21 de abril de 2015

RITUAIS PRÉ-CRISTÃOS DA EUROPA SETENTRIONAL



"Os ritos anglo-saxões eram normalmente realizados em locais abertos e vinculados à natureza. Os vocábulos relacionados aos locais de culto são: weoh, local sagrado e hearh, local de culto na colina, sendo este último também uma possível indicação de um santuário tribal, centrado em altares de pedra. Há poucas referências a eahl (templo) nos topônimos."
Excerto do verbete RITOS ANGLO-SAXÕES, de Isabela Albuquerque, integrante do Dicionário de Mitologia Nórdica.

"As inúmeras variações ritualísticas presentes no mundo nórdico surgem de um mundo no qual o comportamento dos homens não estava conectado a dogmas precisos, nem a livros fixados como a bíblia e nem mesmo a uma liderança religiosa central como o caso do papado."
Excerto do verbete RITOS NÓRDICOS, de Munir Ayoub, integrante do Dicionário de Mitologia Nórdica.

"A cremação consiste em ponto comum a todos os autores muçulmanos que se referem a quaisquer práticas religiosas ou rituais entre os Rus. É importante notar-se, entretanto, que muito do que se diz sobre cremação e práticas mortuárias dos Rūs também é dito sobre os Saqāliba."
Excerto do verbete RITOS RUS´, de André Muceniecks, integrante do Dicionário de Mitologia Nórdica.

"O termo nórdico para sacrifício (blót, em relação com o gótico blōtan) originalmente tinha um sentido de fortalecimento da divindade, sem relação etimológica com sangue, segundo Rudolf Simek. O blót podia transcorrer tanto em templos ou áreas sagradas quanto em habitações."
Excerto do verbete BLÓT, de Johnni Langer, integrante do Dicionário de Mitologia Nórdica.

"Álfablót (Sacrifício aos elfos) é um ritual pagão descrito nas fontes literárias medievais. Para Rudolf Simek, existiram três momentos do registro deste ritual nas fontes. O primeiro está relacionado ao escaldo Sighvatr Thórdarson, que em sua obra Austrfararvísur menciona sua viagem para a Suécia no outono de 1018, onde foi hostilizado pelos pagãos suecos."
Excerto do verbete ALFABLÓT, de Johnni Langer, integrante do Dicionário de Mitologia Nórdica.