O grupo interinstitucional NEVE (NÚCLEO DE ESTUDOS VIKINGS E ESCANDINAVOS, criado em 2010) tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Parceiro internacional do Museet Ribes Vikinger (Dianamarca), Lofotr Viking Museum (Noruega), The Northern Women’s Art Collaborative (Universidade de Brown, EUA), Reception Research Group (Universidad de Alcalá) e no Brasil, da ABREM (Associação Brasileira de Estudos Medievais) e PPGCR-UFPB. Registrado no DGP-CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br

DISSERTAÇÕES E TESES


ANDERSON PEREIRA BATISTA



ANDRÉ DE OLIVEIRA


Imaginário e identidade na conversão da Islândia. Dissertação de Mestrado em História pela UFMA, 2014.


ANDRESSA FURLAN FERREIRA

Nykr, o espírito da água nórdico: Mitologia, folclore e arte.
Dissertação de Mestrado em Ciências das Religiões pela UFPB, 2017.



ANGELA ALBUQERQUE DE OLIVEIRA

Concepções escatológicas na religiosidade nórdica pré-cristã e cristã: um estudo comparativo. Dissertação de Mestrado em Ciências das Religiões pela UFPB, 2017.



FÁBIO BALDEZ SILVA


A guerra na Era Viking: a cultura guerreira como elemento cosntrutivo do poder e carisma do rei escandinavo (séculos X e XI). Dissertação de mestrado em História, UFRRJ, 2018.



FLÁVIO GUADAGNUCCI PALAMIN


O guerreiro viking na Edda Poética: religiões, mitos e heróis. Dissertação de Mestrado em História, UEM, 2013.



HÉLIO PIRES


Incursões Nórdicas no Ocidente Ibérico (844-1147): Fontes, História e Vestígios (Tese de Doutorado em História pela Universidade Nova de Lisboa, 2012).



JOHNNI LANGER


Orm: o mito do dragão na Escandinávia da Era Viking e cristã (séculos XI-XIII). Relatório de estágio Pós-Doutoral em História Medieval pela USP, 2007.




JOSÉ LUCAS FERNANDES

“IN SORTE DIABOLI ”: CULTURA ESCRITA E A CONSTRUÇÃO DO IMAGINÁRIO DE DEMONIZAÇÃO DO PAGÃO NA BRENNU-NJÁLS SAGA (SÉC. XIII). Dissertação de Mestrado em História pela UECE, 2016.


LEANDRO VILAR

A guardiã dos mortos: um estudo do simbolismo religioso da serpente em monumentos da Era Viking (sécs. VIII-XI). Tese de doutorado em Ciências das Religiões pela UFPB, 2020.)


LUCIANA DE CAMPOS


Literatura e mito na Escandinávia Medieval: aspectos da mulher guerreira na saga de Hervor. Tese de Doutorado em Letras, UFPB, 2018.




MONICY ARAUJO 



DO CULTO À FÚRIA EM GUERRA: análise da religião no modo de guerrear dos Berserkir. Dissertação de Mestrado em Ciências das Religiões pela UFPB, 2019.



MUNIR LUTFE AYOUB


Goðkynningr: o rei escandinavo como ponte entre deuses e homens. Dissertação de Mestrado em História pela PUC-SP, 2013.




PABLO GOMES DE MIRANDA


Guerra e Identidade: um estudo da marcialidade na Heimskringla. Dissertação de Mestrado em História pela UFRN, 2013.


RICARDO WAGNER MENEZES DE OLIVEIRA

Feras petrificadas: O simbolismo religioso dos animais na Era Viking. Dissertação de mestrado em Ciências das Religiões pela UFPB, 2016.


SANDRO TEIXEIRA MOITA


 


PROJETOS DE PESQUISA


A MITOLOGIA NÓRDICA NA RECEPÇÃO ARTÍSTICA OCIDENTAL, 1750-1910


Descrição: A pesquisa envolve a recepção dos mitos nórdicos na arte ocidental pré-romântica e romântica, bem como temas paralelos (como a construção artística e acadêmica da figura do Viking e da Escandinávia Medieval), produzidos entre os séculos XVIII e XX. Tendo como principais fontes obras da cultura visual, como ilustrações, desenhos, pinturas e esculturas, vinculadas em publicações, museus e exposições. A metodologia de pesquisa compreende os estudos de recepção nórdica de Margaret Clunies Ross, teoria da História Cultural da Arte de Ernest Gombrich e Cultura Visual. A pesquisa envolve primeiramente um panorama investigativo na produção artística dinamarquesa durante o romantismo, envolvendo o tema da religião nórdica antiga, os Vikings e a Mitologia Nórdica. Posteriormente ampliaremos a pesquisa, prevista em 2021 e 2022, para estudos específicos em torno de algumas divindades nórdicas na arte escandinava. Para esta etapa, estão previstas pesquisas de campo na Dinamarca, Suécia e Noruega, envolvendo museus, arquivos e bibliotecas, complementando pesquisas de campo realizadas anteriormente em 2018 e 2019 na Dinamarca e Alemanha. As principais instituições a serem pesquisadas são Lunds universitetsbibliotek, Nasjonalmuseet, Ny Carlsberg Glyptotek, Nationalmuseum, Statens Museum for Kunst, KODE/Kunstmuseer og komponisthjem, Nasjonalgalleriet,. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) . 
Integrantes: Johnni Langer - Coordenador / Luciana de Campos - Integrante / Pablo Miranda - Integrante / Victor Hugo Sampaio - Integrante / Vitor Menini - Integrante.



SIMBOLISMO RELIGIOSO NÓRDICO EM MONUMENTOS DA ERA VIKING E NA EUROPA MEDIEVAL 

Descrição: A pesquisa pretende analisar os diversos simbolismos gráficos, figurativos e não figurativos presentes em monumentos nórdicos da Era Viking (como estelas, rochas, pedras rúnicas, objetos móveis) com sentido ou ligação com o sagrado, mitos, crenças, sobrenatural e ideologias religiosas. Paralelamente, pretendemos desenvolver um estudo destes simbolismos presentes nos monumentos cristãos da Escandinávia, Ilhas Britânicas e Europa Medieval e suas possíveis relações com uma tradição pré-cristã e sua reinterpretação e hibridização pelo referencial cristão. A principal perspectiva metodológica é a cultura visual e os estudos comparativistas.. 
Situação: Em andamento; 
Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (3) . 
Integrantes: Johnni Langer - Coordenador / Luciana de Campos - Integrante / Pablo Gomes de Miranda - Integrante / Leandro Vilar - Integrante / Lorenzo Sterza - Integrante / Victor Hugo Sampaio - Integrante / Susan Tsugami - 


LINHAS DE PESQUISA DO NEVE


História e Arqueologia da Escandinávia Medieval
Análise da História e cultura material escandinava do medievo, por meio de resultados de pesquisas arqueológicas de campo e laboratório. Estudo do cotidiano material da sociedade nórdica, e sua interface com outras dimensões sociais. Estudo da Arqueologia Experimental (reconstrucionismo acadêmico), especialmente de reconstituições de alimentação e vestuário da Era Viking. Identificação das regiões ocupadas por povos de origem escandinava durante a Era Viking (793-1066).

Mitos, ritos, magias: as religiosidades na Escandinávia
O estudo das tradições religiosas, mitológicas e mágicas na Escandinávia, desde a Pré-história até o final do medievo. As interações, influências e contatos entre as religiosidades escandinavas, bálticas, eslavas, finlandesas, celtas e cristãs. As transformações sociais e culturais com o advento do cristianismo. As permanências e rupturas na religiosidade medieval nórdica. Formação e consolidação da estrutura episcopal e eclesiástica nos reinos escandinavos.

Literatura e sagrado na Escandinávia Medieval
O estudo das praticas literárias no momento de sua composição oral até o estabelecimento de suas compilações e preservação por escrito, buscando suas criações, recriações, variações e adaptações que permitam o melhor estudo de cada período. Levando em consideração não apenas o binômio cristianismo/paganismo, mas buscando evidenciar as mudanças e a heterogeneidade dentro de múltiplos momentos políticos, sociais e religiosos. A relação entre sagrado e literatura medieval.

Ressignificações da religiosidade medieval no mundo contemporâneo
A linha tem como objetivo o estudo e a reflexão sobre as reapropriações, ressignificações e representações das diversas formas simbólicas, míticas e rituais do medievo nas manifestações religiosas do mundo contemporâneo, seja com religiões do Velho e Novo Mundo, no sincretismo e hibridismo das religiões tradicionais, como em novos movimentos religiosos, além das reapropriações simbólicas do imaginário artístico (reelaborações e reinterpretações das religiosidades medievais com o sagrado no mundo

Arqueoastronomia, Etnoastronomia e Astromitologia na Antiguidade e Medievo
A linha de pesquisa pretende realizar uma análise dos mitos e narrativas folclóricas da Antguidade e Medievo envolvendo o cosmos, o céu noturno, fenômenos celestes, cosmologia e cosmogonias. Utilizamos como referencial teórico as recentes discussões sobre Etnoastronomia e Astronomia Cultural desenvolvidas nos Estados Unidos após os anos 1970, em especial a obra de Elisabeth Chesley Baity, John Carlson e Anthony Aveni. Para o referencial metodológico aplicamos referenciais culturalistas.