O grupo interinstitucional NEVE (NÚCLEO DE ESTUDOS VIKINGS E ESCANDINAVOS, criado em 2010) tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Parceiro internacional do Museet Ribes Vikinger (Dianamarca), Lofotr Viking Museum (Noruega), The Northern Women’s Art Collaborative (Universidade de Brown, EUA), Reception Research Group (Universidad de Alcalá) e no Brasil, da ABREM (Associação Brasileira de Estudos Medievais) e PPGCR-UFPB. Registrado no DGP-CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Novo artigo analisa simbolismos em moedas da Era Viking

 


Nova publicação do NEVE: Entre cervos, Odin e Sigurd: simbolismos religiosos em moedas danesas da Era Viking, Medievalis 10(2), 2021, pp. 24-56   

Resumo: O artigo tem como principal objetivo o estudo dos simbolismos religiosos, figurativos e geométricos, constantes em moedas produzidas nas cidades de Ribe e Hedeby durante o século IX d.C. Como escopo conceitual adotamos os estudos de John E. Robb e Michel Pastoreau sobre símbolo, a metodologia visual de Jill Bradley e diversas publicações numismáticas aplicadas à Escandinávia da Era Viking, bem como estudos que desenvolvemos sobre simbologia nórdica. Nossa principal conclusão é que os símbolos animais e geométricos foram utilizados como forma de difusão de uma autoridade político-econômica, respaldada por imagens do paganismo nórdico (especialmente simbolismos do cervo, Odin e Sigurd).



segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

ESCLARECIMENTO DO NEVE SOBRE OS ELMOS COM CHIFRES DE VEKSØ

 


Neste início de 2022 uma grande quantidade de artigos e reportagens nacionais e estrangeiras vem alardeando que os elmos de Veksø não são da Era Viking e sim da Idade do Bronze - como se este fato fosse uma novidade. Os objetos consistem num par idênticos de elmos encontrados no norte da Zelândia (Dinamarca) em 1942. Nesta mesma década foram datados como sendo da Idade do Bronze e durante os anos 1960 alguns estudos conectaram a sua técnica de fabricação com a Itália. Os dois elmos possuem glóbulos e simbolismos animais e possivelmente foram utilizados em cerimônias religiosas. 


O motivo que originou todo este alarde foi um estudo publicado no periódico Praehistorische Zeitschrift em 20 de dezembro de 2021: "Anthropomorphised warlike beings with horned helmets: Bronze Age Scandinavia, Sardinia, and Iberia compared (disponível online: https://www.degruyter.com/document/doi/10.1515/pz-2021-2012/html). O estudo realiza uma comparação com os motivos de elmos chifrudos na Idade do Bronze, apontando conexões entre a Escandinávia e o Mediterrâneo, via rotas marítimas fenícias. E também uma data mais precisa para os elmos: teriam sido fabricados entre 857 a 907 a.C. 

Como no imaginário popular os Vikings são associados com elmos portando chifres, alguns repórteres e jornalistas, desconhecendo maiores informações sobre os elmos, fizeram a confusão. Mas na realidade este imaginário é muito mais antigo do que os elmos de Veksø. Ele surgiu em 1851 por um artista francês, que inspirado na arte germânica do período, realizou a primeira imagem de um nórdico chifrudo. Posteriormente os britânicos vão ser influenciados por esta estética, que por sua vez iria gerar a continuidade visual do estereótipo pelos norte-americanos no cinema do século XX. Sobre este tema, consultar o artigo: https://www.academia.edu/61461062 

Os elmos de Veksø atualmente fazem parte da seção da Idade do Bronze do Museu Nacional da Dinamarca, em Copenhague, e foram contemplados pelo NEVE em 2018 e 2019.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2021

Retrospectiva NEVE 2021: as principais atividades e realizações do grupo de pesquisa




RETROSPECTIVA NEVE 2021: Principais atividades do NEVE em 2021:

08 de janeiro: Artigo sobre Mitologia Nórdica publicado na revista do Museu Nacional de Arte da Dinamarca, em inglês e dinamarquês. Unveiling the Destiny of a Nation: The representations of Norns in Danish Art (1780-1850), Perspective: Journal of art history, January 2021 (Statens Museum for Kunst), ISSN no. 2446-1806. Disponível aqui.


24 de março: Lançamento do livro Guia da Escandinávia Medieval: fontes, temas, métodos, pós graduações, bibliografias e viagens. Disponível aqui.


04 de abril:  Lançamento do livro Na mesa com a História: a alimentação na Antiguidade, Era Viking e Medievo. Disponível por contato: fadacelta@yahoo.com.br


27 de maio:  Publicação do artigo "Valkyries and Danish National Symbolism in the 19th Century", no portal NORDICS.INFO (ISSN: 2597-016X), mantido pela Universidade de Aarhus (Dinamarca).Disponível aqui. 


11 de julho: Lançamento do livro O mito da mulher guerreira: uma análise da saga de Hervör. Disponível aqui. 


27 de agosto: lançamento da série Cotidiano e História no Youtube. Disponível aqui. 


06 a 08 de outubro: Foi realizada a nova edição do Colóqio de Estudos Vikings e Escandinavos (CEVE), Disponível aqui. 

10 de novembro: lançamento da quarta edição do Scandia Journal of Medieval Norse Studies, Disponível aqui. 

Os números do NEVE em 31 de dezembro de 2021:


Visualizações do blog (http://neve2012.blogspot.com): 949.645


Visualizações no AcademiaEdu (https://ufpb.academia.edu/NEVEN%C3%9ACLEODEESTUDOSVIKINGSEESCANDINAVOS): 115.882


Inscritos no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCyi7TQJOK1kyIU6e4pRJrUQ): 3.770


Seguidores no Instagram (@nucleo.neve): 1.803