O grupo interinstitucional NEVE tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Conta com a colaboração de professores, pós-graduandos e graduandos de diversas universidades brasileiras, além de colaboradores estrangeiros. Filiado ao The Northern Women’s Art Collaborative (Universidade de Brown, EUA) e
à ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões). Vinculado ao Programa de Pós Graduação em Ciências das Religiões da Universidade Federal da Paraíba. Registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br


segunda-feira, 24 de junho de 2013

GUERREIROS GODOS SÃO TEMA DE MESTRADO NA UNIRIO

Apesar de sua importância na formação do Ocidente ao final da Antiguidade, os Godos são ainda pouco explorados pela academia brasileira. Há vários anos pesquisando sobre o tema, o historiador Sandro Teixeira Moita vem tentando sanar essa grande lacuna. Professor na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME),  Sandro Moita acaba de  realizar sua defesa de dissertação de mestrado: "A Construção da Realeza: Guerra e Ascensão da Nobreza Guerreira na Sociedade Gótica (395-418)" na UNIRIO.


Sua principal conclusão foi que a formação e construção da realeza no ramo dos Godos conhecidos posteriormente como Visigodos se deu através de uma complexa rede de relacionamentos entre chefes guerreiros e príncipes tribais góticos com altos membros da cúpula do Império Romano, em especial os generais do Exército Imperial. Essa realeza incipiente foi capaz de revolucionar a estrutura política da sociedade gótica, tornando-se o ponto mais proeminente socialmente. A banca de mestrado foi composta pelos professores Dr. Paulo André Leira Parente (UNIRIO), Prof. Dr. Álvaro Bragança Junior (UFRJ) e Profa. Dra. Juliana Bastos Marques (UNIRIO). 



O interesse pelo tema foi decorrência de sua monografia de especialização na UNIRIO e por ter uma forte vontade de investir em um tema que relacionasse História Política, Antropologia, Sociologia, Ciência Política e História Militar. E continuou a pesquisar com os Godos, que são seu foco desde a graduação. Sandro foi um dos fundadores do Grupo de Estudos de História Militar (GEHM) do Centro de Estudos Interdisciplinares da Antiguidade (CEIA) da Universidade Federal Fluminense (UFF). 

Sandro participou do evento Networks and Neighbours: A Symposium on Early Medieval Correlations, na Inglaterra, onde apresentou a comunicação Building the Kingship: Roman Generals, Warrior Nobility, and the Rise of the Gothic Kings.



Para maiores informações sobre as pesquisas de Sandro Mota: http://lattes.cnpq.br/1223210921186615