O grupo interinstitucional NEVE tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Conta com a colaboração de professores, pós-graduandos e graduandos de diversas universidades brasileiras, além de colaboradores estrangeiros. Filiado à ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões). Registrado no CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Simbologia animal nórdica é tema de mestrado na UFPB

Ricardo Menezes




Membro do NEVE Defende Dissertação Sobre Representação de Animais em Monumentos Pétreos
                     Me. Pablo gomes de Miranda (PPGCR-UFPB)
 
   Ricardo Wagner Menezes de Oliveira, membro do NEVE e do VIVARIUM, defendeu na segunda-feira (26 de setembro de 2016), no Centro de Educação da Universidade Federal da Paraíba, a sua dissertação de título “Feras Petrificadas: o simbolismo religioso dos animais da Era Viking” pelo Programa de Ciências das Religiões (PPGCR) da mesma instituição.
            Orientado pelo prof. Dr. Johnni Langer e avaliado por uma banca composta pelos professores Deyve Redyson Melo dos Santos, Maria Lucia Abaurre Gnerre e Luciana Eleonora de Freitas Calado Deplagne, Oliveira apresentou em slides os principais pontos de suas pesquisas que consistiu na investigação de não só de estelas, mas de ricos vestígios funerários onde pudessem ser encontradas as relações do sagrado entre o homem e os animais que o cercam.
            Como exposto pelo pesquisador, sempre que possível as conexões com a mitologia nórdica foram consideradas, utilizando principalmente poemas do repertório Escáldico, achado nas diversas Sagas Islandesas, além de Poemas e textos das Eddas. Porém, como exposto na apresentação, nem sempre tais conexões são fáceis de encontrar ou produzem resultados claros, restando tecer conjecturas baseadas no diálogo das representações encontradas com o exame da cultura material ou dos achados em escavações arqueológicas.
            Apontando principalmente as representações de pássaros, canídeos e equinos, o pesquisador relatou que a lacuna deixada nas análises rigorosas de ursídeos e suínos, apesar de serem encontrados nas fontes escritas da mitologia nórdica, foram intencionais no sentido de que suas as poucas representações na cultura material, inclusive fora do contexto da Era Viking, impossibilitou, no âmbito da pesquisa de mestrado, produzir conclusões críticas e relevantes ao assunto. Por último, ainda comentou que as representações das serpentes e os seus simbolismos na mitologia e religiosidade nórdica, apesar de abundantes, estiveram apenas parcialmente no trabalho por razões de planejamento da dissertação, mas apontou a existência da produção bibliográfica em português.
Composição da banca (esquerda para a direita): Maria Lúcia Gneurre; Luciana Deplagne; Johnni Langer; Deyve Santos

            Ricardo Wagner Menezes de Oliveira foi considerado aprovado pelo programa e tornou-se mestre em Ciências das Religiões. Segue o resumo de sua dissertação:
Os vikings, populações que habitavam a Escandinávia Medieval, antes da adoção do cristianismo como religião oficial, possuíam um riquíssimo conjunto de crenças, ritos e mitos que foram parcialmente preservados pela cultura oral, por manuscritos e por vestígios arqueológicos e que vem sendo estudado por pesquisadores de todo o mundo. A presente dissertação realiza uma investigação dos simbolismos religiosos atribuídos aos animais em monumentos de pedra erguidos durante a Era Viking, e para tanto, utilizamos como objeto central de estudo a iconografia presente nas estelas escandinavas, fazendo um diálogo entre estas representações imagéticas e as fontes literárias da mitologia nórdica, bem como com diversas outras fontes da Religiosidade Nórdica Pré-Cristã. Desta maneira, além de evidenciar as peculiaridades, indagações e características religiosas relacionadas aos principais animais presentes na religiosidade nórdica, este trabalho fornece um panorama geral da atual conceituação da religiosidade dos vikings e seus aspectos mais relevantes em uma abordagem sistematizadora, pois nenhum elemento da fascinante religiosidade deste povo pode ser entendido desassociado dos demais.
Palavras-chave: Animais; Religiosidade Nórdica Pré-Cristã; Simbolismo