O grupo interinstitucional NEVE tem como principal objetivo o estudo e a divulgação da História e cultura da Escandinávia Medieval, em especial da Era Viking, por meio de reuniões, organização de eventos, publicações e divulgações em periódicos e internet. Conta com a colaboração de professores, pós-graduandos e graduandos de diversas universidades brasileiras, além de colaboradores estrangeiros. Filiado ao The Northern Women’s Art Collaborative (Universidade de Brown, EUA) e
à ABHR (Associação Brasileira de História das Religiões). Vinculado ao Programa de Pós Graduação em Ciências das Religiões da Universidade Federal da Paraíba. Registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPQ. Contato: neveufpb@yahoo.com.br


terça-feira, 19 de novembro de 2013

MEMBROS DO NEVE EM EVENTO DA UFES


Membros do NEVE participaram do III Encontro Internacional de História UFES/Université Paris-Est/Universidade do Minho, realizada na UFES de 7 a 10 de novembro de 2013.

Munir Lufte Ayoub ministrou o mini-curso: Gođkynningr: o rei escandinavo como ponte entre deuses e homens, baseado em sua recente dissertação de mestrado em História defendida na PUC-SP.

Munir Ayoub ministrando o mini curso Gođkynningr


André de Oliveira (UFMA) apresentou a comunicação: A conversão na Escandinávia medieval, a sidaskipti como uma forma de estigmatização, baseado em sua pesquisa de mestrado em História desenvolvida na UFMA.

André de Oliveira apresentando sua comunicação no evento


Segundo André de Oliveira a sua comunicação "foi bem interessante, podendo ser feito um intercâmbio de ideias entre os membros da mesa e uma exposição descontraída com os alunos presentes, tentando sanar todas as dúvidas sobre os mais variados temas. O minicurso foi o de maior procura no evento, segundo a organização, com aproximadamente 50 alunos. A participação dos alunos foi constante e interessante para a apresentação e debate do tema na Universidade. Dos alunos que participaram do minicurso de Munir Ayoub, apresentaram interesse e conhecimentos iniciais sobre a Escandinávia que graças ao curso pode ser aperfeiçoado." 


O público presente no mini-curso de Munir Ayoub